<$BlogRSDURL$>

domingo, outubro 31, 2004

Saudosa Amesterdão:



Este post é quase exclusivo para a Super-Nita, lamentando eu, como mais dois amigos, não estarmos presentes no seu aniversário. Fica aqui o que vamos perder, ainda que se lá estivéssemos não fosse com a mesma nitidez. (Ihihihih)



Também é à Gazela dos Assentos e ao amigo Mário que escrevo este post, eles também lá iam estar. Ele há dias em que nos lembramos dos amigos com saudades e com a lagriminha a querer cair, *snif*...



E chegaríamos os três, entrada gloriosa em Amesterdão, por esta estação.

Mas não desesperem amigos, depressa nos voltaremos a ver e nesse altura festejaremos todos juntos, copo de vinho, febras e entremeada e Graciano Saga.

Bem hajam e tentem lembrar-se dos amigos quando aí estiverem; se isso não for possível, lembrem-se de alguma coisa que seja, embora reconheça que difícil seja.
Manda para dentro da mala.

sábado, outubro 30, 2004

Humildade


É com humildade espelhada no rosto e nos actos que a ti, Gazela dos Assentos, dirijo este post.
Fico-te imensamente agradecido por me teres am tão alta conta, daí que te explique como tudo se tem passado. Não estou morto nem nada que se pareça, felizmente, simplesmemente algumas mudanças na minha vida se processaram, daí a minha alteração de nome.
Certo é que no decorrer das nossas vidas, mais ou menos interessantes, todos evoluímos, E a minha evolução foi nesse sentido, no sentido não-animalesco de Gafanhoto Maroto, mas sim, no sentido espiritual de Buda. Continuarei, como muito bem dizes (e perdoem agora a imodéstia) a "deleitavas-me com as tuas piadas e graçolas. proficuo, não paravas de me presentear com os teus bem humorados pensamentos, retratos de vida e situações que me faziam - e ainda fazem - meditar sobre a vida e a amizade."

Nem sabes como te fico grato, e neste Buda, com muito de Gafanhoto Maroto, encontrarás um amigo, sempre.


Um grande bem hajam.
Manda para dentro da mala.

quinta-feira, outubro 28, 2004

carta aberta a ti, cosmonauta,

de há uns tempos a esta parte tens-me perseguido sem eu perceber bem porquê.
isso é feio.
primeiro, afirmas que deixei de ser dos assentos (para passar a ser de bruxelas). eu, que sou da casa há 22 (repara, 22!) anos, que adoro a vida do bairro, as pessoas, o bar dos bombeiros e a tasca da vila nova... agora, vens e fazes um comentário de natureza duvidosa à minha mensagem para o gafanhoto. e, acredita, escrevi-lha com muito amor e carinho. podes não achar piada, tudo bem, mas daí a dizer que quase "orinaste"... fodass, seu grande javardo, tudo menos mijares naquilo que escrevo. nem te permito sequer que me digas que pensaste em mijar naquilo que escrevi porque, afinal de contas, foi isso que fizeste.
a mim também me apetece cagar muitas vezes naquilo que tu dizes. apetecia-me fazer cócó na fotografia em que apareçes sem um dente, por exemplo. e tive quase! tinha as tripas à volta do pescoço e estive vai não vai para largar a isca no ecrã.. mas não fiz isso, pá. nem te disse que tinha tido vontade. e sabes porquê? sabes? porque sou uma pessoa com príncipios. é isso, uma pessoa com principios!. e principios é coisa que te falta.
falta-te o bom senso, falta-te a coragem para dizeres as coisas na cara - sim, cobarde, não é a 2100 kms de distância que dizes que vais "orinar" no que os outros escrevem, é na cara! - e modéstia. porque tu não és como eu!
e repara que modéstia é, de longe, aquilo que mais tenho! isso, aliás, pode-se medir pelas palavras que escrevo aqui. tu... vê se mudas! que porra!

a ti, cosmonauta, ofereço-te as palavras sábias do mestre gafanhoto maroto:

"vai comer um cagalhão cheio de sangue"

(não consigo passar ao lado da tua influência, grão-mestre gafanhoto... volta!)

Manda para dentro da mala.

quarta-feira, outubro 27, 2004

pensamento da noite (vá lá hoje que não está embriegado!)


Manda para dentro da mala.

terça-feira, outubro 26, 2004

assistimos à morte de um artista!

ernest hemingway diz-nos: "quando ouvires os sinos dobrar, não perguntes por quem dobram. eles dobram por ti."
hoje, amigos, eles dobram por nós.

gafanhoto, é com o coração despedaçado que te vejo ir embora, trocado por um espécime de segunda categoria que escreve com maiúsculas no ínicio das frases.
intelectual de renome, tu, gafanhoto, deleitavas-me com as tuas piadas e graçolas. proficuo, não paravas de me presentear com os teus bem humorados pensamentos, retratos de vida e situações que me faziam - e ainda fazem - meditar sobre a vida e a amizade.
agora, vens e dizes que te foste. propões um buda, que mais não soube do que ser tótó e desleixado e deixar-se apanhar por um grupo de gente que andou com a cabeça em água durante meses para saber quem era. diz ele que não tem saudades e muito menos se sente na obrigação de dar explicações a este pobre diabo, que mais não pede que uma simples palavra de apoio e simpatia, estúpido consolo para a desolação que lhe corre nas veias.
quanta vezes não ouvi, com um malandro sorriso nos lábios, alguém dizer-me para ir "levar na 5a. pata do cavalo"? oh, climax da obscenidade! e imaginar corcéis a cavalgar nas dunas, recortados sob o céu, com 5, às vezes 6 patas...? posso pedir mais que isso? acho que não.
onde estás tu, gafanhoto, estrela do escândalo mais badalado na internet dos últimos séculos? idos dias de verão, em que o rabo lavado era conversa que andava nas bocas do mundo...

é este amigo magoado que te escreve agora. pensa, gafanhoto! não te percipites.

termino com um hino à amizade. uma bonita canção dos tempos em que éramos crianças de escola, inocentes e virgens.

oh meu gafanhoto
és um bom maroto
aos saltinhos, aos saltinhos
já estou cansado de ir a teu lado por atalhos e caminhos
gafanhoto saltitão, és um grande brincalhão
gosto de ti a valer
anda vem saltar comigo
para (não sei quê) um bom amigoooooooooo
(bis, voltar ao principio e repetir até à exaustão)

abraço sentido,
gazela

Manda para dentro da mala.

sábado, outubro 23, 2004

Amigos:

Lamento, mas desde a minha aderência uma série de outras manifestações públicas de inteligência e perfeito anormalismo mudei de nome.

Toda a corrspondência endereçada ao Gafanhoto Maroto passa a ser endereçada ao Buda.

Obrigado.
Manda para dentro da mala.

sexta-feira, outubro 22, 2004

Olá

(Ficam desde já sabendo que resolvo aderir a essa moda de iniciar as frases com letras maiúscula).

Certo!, não tenho saudades por aí além. Todos se queixam que têm saudades daquele e d'aqueloutro. Eu não e não é por isso que me considero pior amigo ou assim. (E mesmo que sinta não digo, quero lançar polémica).

Na verdade tenho andado afastado destas lides porq... Porque o caralho, não tenho que vos dar satisfações.

Não tenho mais nada a dizer.

Adeus.
Manda para dentro da mala.

segunda-feira, outubro 18, 2004

Ola amigos, desde a cidade fria como o gelo! Ainda bem que as coisas para Amesterdao estao a andar e que ja ha tres interessados em ir. Mas ha um pormenor: eu nao arranjo alojamento para ninguem! Nem eu vou marcar pousada daqui - para isso, precisava de um cartao de credito mas sou pelintra e nao tenho. Portanto, concluo que e cada um por si e seja o que os Pipistas quiserem! Eu vou a aventura, quem nao quiser pode precaver-se e pagar uma reserva antes. Espero que nao hajam desistencias de ultima hora :P

Saudades ;)

*Berlin rocks my world!*

Manda para dentro da mala.

quarta-feira, outubro 13, 2004

post número 100!

obrigado por tamanha honra.

Manda para dentro da mala.
Este é o nonagésimo nono post ... o próximo post será o centésimo.
Parabéns.

Manda para dentro da mala.
Olá amigos

Quentes e boas!
Penso que todos estão a par da visita de estudo a Amesterdão. Até à data estão três pessoas inscritas - Janice, Gafanhoto e eu. Para novas inscrições falem comigo! Ou não!
Para a SuperNita (dirigente associativa) deixo alguns recados:
1º - Alojamento em Amesterdam? Komé? Ouvi rumores que eras tu quem tratava disso.
2º - Podias por dois linques novos na Mala? pipismo.blogspot.com e lostvscao.blogspot.com
3º - varreu-se-me!
Para os nossos blogistas emigrantes, tenho uma surpresa para vocemesses. Espero que gostem. Não há corrente de ouro, dentola reluzente ou unhaca esticadinha que resista a uma bela banda sonora para as vossas viagens por essa Europa, a caminho da Pátria Amada (eu sei que todos vocemesses sentem saudades do nosso Santana!). SURPRESA!!
Sem mais assunto para escrever me despeço, sem antes deixar de dizer aquilo que hoje aqui me trouxe.

É com alegria que vejo regressar blogistas após meses de ausência. Falo de todos aqueles que fazem falta, já que é devido a eles que esta Mala se vai fazendo. Mas acima de tudo, é deles quem esta Mala mais precisa. Falo de todos sem excepção, regressados e presentes.

Adeus

Manda para dentro da mala.

segunda-feira, outubro 04, 2004

Javardo (Gazela dos Assentos, ou por uma questão de lógica Gazela de Bruxelas, ou até mesmo Gazela Emigrante, deixo à imaginação de cada um):

Fico contente por saber que estás vivo. Se não estivesses, a quem ia eu chamar de javardo e outras coisas? Palhaço como és, tornas-te na pessoa indicada isso. Portanto alegra-me e muito ter lido o teu post.
Espero que já andes a decorar letras de musica como: "Voltei voltei, voltei de lá, ainda agora estava na Bélgica e agora já estou cá" ou até mesmo: "Meu querido, mês de Agosto. Por ti levo ano inteiro a sonhar...." entre outras.
Parece que já te estou a ver no teu BMW, com um autocolante com a letra "A" (indicação que o carro é alugado) colado na parte de trás. Vestido com uma camisa muito colorida e aberta até ao 4º botão. Fios e pulseiras de ouro bem à mostra. Uma imitação de um bom Relógio. Braço fora do carro. Volume um nível abaixo do máximo. E a passar para aí a 20 à hora em frente ao Tarro a mirar as miudas... Enfim é o que te espera!
De tudo isto, ao menos que continues a assistir pela RTPinternacional às grandes sessões do Preço Certo em €uros com o nosso grande ídolo GORDO! Ídolo esse (e agora para te meter inveja) que tive o prazer de ver ao vivo, à dias, numa rua de Lisboa :) Confesso que me lembrei de ti!!

Apesar de te estares a tornar no que acima descrevi, um grande abraço, porque os emigrande (infelizmente) também são gente e porque hoje é o dia internacional dos animais.... só por isso!!!

Manda para dentro da mala.
AHHHHHHHHHHHH!!!

Amigos, contra o que era de esperar, estou vivo.
Antes de continuar, deixem-me pedir desculpa e dar já os parabéns a:

1. Gafanhoto Maroto
2. cosmonauta
(Acho que mais ninguém fazia anos, certo?)

Que bom ver-vos no Alamal, com tanto sol lá atrás! Não sei se é deste monitor, mas não consigo ver a fronha de nenhum de voçês. Mas sei que estão lá, e que também estão no meu coração, no meu coração emigrante, com saudades desse nosso Portugal. Esse cantinho à beira-mar plantado, onde hei-de ir passear o meu BMW, comprado com tanto suor a acartar sacos do lixo nas ruas desta metrópole, para juntos podermos escutar o saudoso Graçaino Saga no baile da da nossa querida aldeia!
Tenho enviado todos os dias mensagens para o Olá Portugal, com desejos de felicidades para todos vós que, àparte tão grande distância, continuam bem junto de mim (tenho uma lágrima a escorrer cara abaixo). Mensagens para vós e para o Batalhão de Infantaria 482, com quem combati em Moçambique no longinquo ano de 69 e para o qual gostaria de deixar uma mensagem de apreço e um convite: jantar dia 25 de Outubro, em Freixo de Espada à Cinta, com todos os camaradas e amigos da velha colónia. Levem a vossa boina e o crachá. Saudades

Venham ver-me: tenho quarto com lareira e sofá! Não tenho é fotos para vos mostrar, mas depois de ver as da SuperNita fiquei com dor de pescoço e não sei até que ponto quero ver mais! (gafanhoto, ainda que me custe, e custa!, tenho de concordar que tens razão quando dizes que as fotos podiam estar direitas, apesar de o problema dever estar no computador).

Piston Assasino, estou com saudades de te chamar porco: és um PORCO!

Quem tem coragem e dinheiro para ir a Amesterdão?

Au revoir!

Manda para dentro da mala.

sábado, outubro 02, 2004

isto anda tudo ligado


sei que as minhas ausências têm sido prolongadas, mas isso não implica que não pense em vós, mas realmente não penso mesmo. não interessa. dou por mim a ter esta escrita pseudo-delico-doce-saudosa, visto que, apesar de pouco pensar em vocês, até tenho algumas saudades.

depois das tropelias do nosso amigo buda, que para muitos vós foi uma autêntica revelação espiritual (e que continuaria a ser se não fosse um petit problème de ligação), encontramo-nos agora algo desfalcados no nosso lote de amigos.

mas não nos esquecemos, depois do passeio radical (foda-se, tenho mesmo medo de alturas), a nossa amiga em berlim, o outro amigo que ainda não deu notícias na bélgica e o que se vai embora na terça-feira próxima, estou aqui a escrever e escrever e escrever só para dizer que até estou a sentir um pouco a vossa falta.

da nossa amiga 'berliner' vem um novo blog, www.5mesesemberlim.blogspot.com, no qual nos mostra as suas primeiras fotos; mas deixa-me dizer-te Super-Nita, já colocavas as fotos direitas, se bem que calculo que não tenhas computador para isso.

e cosmonauta, conheço um dentista caríssimo (como gostas, bem sei que só compras coiasa por serem caras), se bem que esse dente em débito te dá um ar excelente de mau condutor e novo-rico. ihihihih, sabes que não perdoo nestas coisas. e por isso te presenteio com este lindo prémio:




e assim foi dito.

Manda para dentro da mala.

This page is powered by Blogger. Isn't yours?